quarta-feira, 8 de setembro de 2010

O " ateísmo " de Dilma. O teísmo de Marina



Dizem por aí que a candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, é atéia. Mineira de Belo Horizonte, é filha de Pedro Rousseff, um imigrante búlgaro que foi filiado ao Partido Comunista de seu país, e de Dilma Jane Silva, professora carioca.

Pedro, o pai de Dilma, provalmente não era uma pessoa religiosa. Afinal, era um comunista das antigas. No entanto, não viu nenhum problema em matricular sua pequena filha em um tradicional colégio metodista da capital mineira, o Isabela Hendrix. Posteriormente, a então adolescente Dilma foi matriculada em um aristocrático estabelecimento católico, o Colégio Nossa Senhora de Sion. Não lembro direito em qual número, mas li uma matéria sobre Dilma na Folha de S.Paulo onde a mesma relatou que ingressou no curso de crisma oferecido pelo educandário católico por vontade própria.

Veio a juventude, e com ela a militância política. Durante o triste período da ditadura militar ingressou no grupo revolucionário COLINA. Não sei nada das prováveis convicções religiosas de Dilma neste período.

Agora, como importante líder do Brasil pós-ditadura, podemos dizer que a postura de Dilma para com a religião é ambivalente. Já declarou ter dúvidas a respeito da existência de Deus, respeitando, contudo, todas as crenças. Recentemente alterou substancialmente essa opinião, declarando-se uma mulher de fé, fiel seguidora do cristianismo católico-romano. Por outro lado, virou figurinha carimbada em cultos das mais variadas igrejas evangélicas, principalmente pentecostais.
Após estas colocações, surge a derradeira pergunta : Dilma é crente ou atéia ? Caso seja crente, sua crença é sincera ou possui motivação política ?

Sinceramente, acho inconcebível uma pessoa ser julgada pelo fato de crer, ou não, em Deus. Este julgamento se torna ainda mais absurdo quando é direcionado a esfera política como critério de elegibilidade de um candidato a um cargo público.Dito isso, pouco me importa se Dilma é atéia ou crente! Para ser digna de meu voto, a candidata do PT deve me convencer por seu passado, sua postura ética e, principalmente, por suas propostas.


Muitos irmãos mais conservadores podem ficar com a orelha em pé, pois é impossível, devido ao forte preconceito, depositar seu voto em uma pessoa deliberadamente atéia. Para esses tomo como empréstimo as palavras de Jesus contidas no Evangelho de São Mateus 15.8 a : “Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim”. Muitos políticos ditos cristãos, reconhecidos por sua ortodoxia doutrinária e prática religiosa piedosa, são verdadeiros hipócritas. De acordo com os dizeres evangélicos não passam de sujos sepulcros caíados, lindos por fora, mas podres por dentro. Querem uma prova desta afirmação ? Vejam a filiação religiosa de boa parte dos deputados envolvidos no Escândalo das Ambulâncias.

Segundo as Escrituras, Deus não está preocupado com uma religiosidade doutrinária ou até mesmo cúltica, mas sim com justiça. Portanto, o governante que agrada a Deus não é aquele que promove reuniões de oração em seu gabinete (ex. George Bush), mas sim aquele que luta pela justiça.

Finalizando este ponto, outra consideração teológica faz-se necessária. De acordo com a tradicional teologia reformada, o ser humano, independentemente de sua crença religiosa, é portador de uma graça comum, sendo capaz de realizar atos benéficos para com o próximo. Desta forma, uma pessoa incrédula possui os mesmos atributos naturais que um crente. Assim, a capacidade para bem governar não esta vinculada a prática religiosa.

Por isso, posso declarar meu voto. Crente ou atéia, meu voto é de Dilma.

O Teísmo de Marina Silva





Admiro a senadora Marina Silva. Seu passado é inspirador, sua vida como política é limpa, sem nenhum tipo de mácula . Além do mais, orgulho-me de tê-la como irmã na fé. Porém, por determinados motivos, não votarei na candidata do PV.

Mas quero abordar outra questão. Assim como Dilma sofre um grande preconceito por parte de alguns cristãos por causa do seu provável ateísmo, Marina sofre o mesmo por parte de vários setores ditos laicos, seculares e ilustrados. Vejo esta postura bastante clara na web. Muitos sites, supostamente portadores de ideais liberais, progressistas e seculares, repelem, violentamente, qualquer ligação com a religiosidade. Para estes meios de comunicação, a religião nunca produziu nada de bom, devendo ser extirpada da face da terra. Como decorrência óbvia desta premissa, qualquer pessoa que assuma de forma convicta suas crenças deve ser sumariamente repelida. Infelizmente, vejo que Marina é vítima deste tipo de pensamento tacanho e mesquinho.

Marina Silva nunca escondeu de ninguém sua condição de evangélica praticante. Participa de cultos, ora em público, realiza trabalhos missionários e etc. Não obstante, nunca deixou transparecer em seus discursos ou atos que, caso eleita, possa implantar uma teocracia protestante em nosso país. Muito pelo contrário, sempre faz questão de realçar que os valores de sua fé não serão impostos goela abaixo ao grosso da população brasileira. Mas para setores do fundamentalismo ateu pouco importa. O simples fato de uma “fanática” subir ao poder é motivo de medo e preocupação. Por fanática, diga-se de passagem, basta assumir sem medo que a religião é algo importante em sua vida.

Triste liberalismo! Pífia tolerância! Estes valores tão basilares para a boa convivência humana só valem para um lado.
Ontem, durante o horário eleitoral que na verdade se parece mais com um programa humorístico, assisti o depoimento de apoio a Marina Silva por parte do ateu Caetano Veloso. Vibrei! Eis aí um cara coerente com sua ideologia libertária.




POR : ANDRÉ TADEU DE OLIVEIRA

17 comentários:

  1. Concordo plenamente.
    Tão repugnante e anti-democrático quanto a discriminação que fazem da Marina sobre sua religião é a ampla campanha que os católicos e evangélicos estão fazendo contra Dilma.
    Como cristão, sinto vergonha de ver aqueles que deveriam ser meus irmãos de fé (já sinto sérias dúvidas se os posso considerar assim)defendendo concepções políticas que beiram a teocracia.
    Parece que os centes se esquecem que o Estado é laico e deve ter por obrigação poporciona condições de vida, bem estar e direitos de cidadania a qualquer pessoa, teísta ou ateísta, hetero ou homossexual.
    Eu votaria na Marina, mas decidi não fazê-lo depois de suas declarações contárias à união homoafetiva.
    Vou votar na Dilma. Se os fundamentalistas estão tão incomodados com ela, é porque algo de bom ela deve ter! rs

    ResponderExcluir
  2. André, a paz!

    Como você sabe, sou crítico ferrenho do PT, mas jamais coloquei a crença ou não crença de Dilma no jogo. Bem que acho que ela usa a RCC para ganhar mais alguns votos. Um dos políticos que mais admiro é Fernando Henrique Cardoso, conhecido por seu ateísmo.

    Agora fiquei curioso: quais os motivos que levam você a não votar em Marina Silva?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. "Sinceramente, acho inconcebível uma pessoa ser julgada pelo fato de crer, ou não, em Deus. Este julgamento se torna ainda mais absurdo quando é direcionado a esfera política , como critério de elegibilidade de um candidato a um cargo público."

    eu acho q falou tudo aqui.

    eu fico mt em duvida entre a dilma e a marina, a dilma pq talvez bate mais com minhas ideias para o futuro do pais, a marina por ser uma pessoa de retidão incomparável. de fato é mt preconceito para os 2 lados.

    outro ponto, de fato temos q tomar cuidado para nao tornar o secularismo em anti religiosidade - neste ponto o humanismo secular defende a td custo o respeito às diferencas, inclusive religiosas, sendo secular no ponto de q nenhuma destas crenças deveria ser usada como fonte de legislação ou absolutismo moral, mas como cultos de livre expressão da religiosidade ou da irreligiosidade.

    ResponderExcluir
  4. Legal André! Criticam Dilma por ser atéia. Provavelmente seja mesmo. Mas sua crítica à crítica está muito bem feita. Há um fanatismo e uma paranóia no meio evangélico brasileiro. Agora apareceu um pessoal aí dizendo que o Temer, Vice da Dilma, é ou seria satanista.
    E muito bem feito também o seu comentário sobre o preconceito que Marina tem sofrido. Você disse bem, Marina tem ficha limpa, tem uma história de vida muito bonita, não tem uma visão fanática da fé cristã evangélica que professa. Antes, é uma evangélica conservadora mas inteligente. Vou votar nela. Vai perder, mas vou votar nela. Nâo porque é evangélica, mas porque compartilho das idéias do PV.

    ResponderExcluir
  5. ahhh andre!

    não vem pra cima de mim não. vc me conhece, sabe que eu tenho muitas reservas com o chamado "fundamentalismo ateu", mas votar na marina????

    Nem ferrando! maioria das pessoas que conheço estava empolgada com candidatura dela. era queridinha dessa juventude esquerditas e verde que faço parte. eu e todo mundo deixou ela de lado quando ela falou ser "desfavoravel" a homossexualidade.

    aí não dá.

    e, pensa, pra uma ateia com quase os dois pé atras com igreja justamente por causa dos gays e da questão do aborto (que a candidata ja reafirmou ser "contra", contra mesmo) não me agrada nem um pouco ver ela enfiada dentro da casa de deus dia sim dia não.

    faço minhas as palavras do Alex Castro: a marina é um desastre. e sou sincera quando digo que eu sou uma das q mais sente com isso :(

    ResponderExcluir
  6. Vamos por partes:

    1- Gutierres, meu caro, tudo bem contigo? Espero que sim. Vou explicar os motivos pelos quais não voto em Marina. O mesmo sentimento que você nutre pelo PT eu nutro para com o PSDB. Os motivos são vários. Eu ficaria uma tarde inteira escrevendo a razão de minha fobia para com este partido. Acho que em uma eventual vitória de Marina, o PSDB entraria de cabeça e tudo mais. Além do mais, acho o seu programa relativamente sem consistência.

    2- Juan: Também posso dizer que os inimigos dos fundamentalistas são meus amigos. O fato de Dilma ser execrada por esta turma é um ponto positivo para ela. Ah, por falar em fundamentalistas; estranho, a nossa querida santa trindade reformada da web não comentou nada sobre estas eleições. Que coisa!

    3- Pedro Almeida: Prazer tê-lo por aqui. Fico feliz que o amigo tenha compreendido minhas reais intenções com este post.

    4- Professor Caldas: Já recebi correntes a respeito do Michel Temer, já me falaram que há várias leis no congresso anti-igreja, que às Farc estão se infiltrando, em suma, um monte de bobeira! Na verdade, evangélico, quando quer, é um povinho bem tosco.

    5- Rayssa, minha amiga e seguidora master. Nossa, você só analisou a segunda parte do meu post. Só desceu a ripa! ehehehee. E a primeira parte, não conta? Como você percebeu, não votarei na Marina. Meu voto é na Dilma. A intenção do meu post foi criticar a postura fundamentalista e preconceituosa de ambos os lados. Que a meu ver existe nos dois segmentos. Ao contrário de você, que apresentou argumentos palpáveis para não votar na candidata do PV, muita gente do mundinho ateu nutre um verdadeiro asco por Marina pelo simples fato dela ser cristã. Para mim, isso é notório. Sobre os dois pontos que vc tocou: casamento gay; sou completamente favorável, o cidadão, seja ele hétero,homo, bi, hexassexual deve ser tratado de forma igualitária diante da lei. Agora, a questão do aborto é mais complexa. Acho que ninguém é favorável ao aborto. É horrível, traumático. Não se trata da situação da garota acordar um belo dia, abrir a janela e falar; “Oba, que legal, hoje vou abortar!” No entanto, esta questão não pode ser tratada como sendo um caso penal. É questão de saúde pública. Enfim, assumo, não tenho uma posição definida a este respeito. Porém, uma coisa é certa; não pode ser posto debaixo do tapete, mas deve ser debatido, sem hipocrisia, por todos os segmentos sociais. Bem, espero não ter te decepcionado, assim como conto com sua presença e amizade.

    Abração, povo

    ResponderExcluir
  7. PS : Cara Pedro Almeida, vc poderia me passar algum e-mail para contato ?

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. (se puder exclua dps, para evitar spam)

    ResponderExcluir
  9. Nelson reis eu voto na marina pois eu sou filho de homem com mulher e nao de homem com homem ou mulher com mulher paz para todos eu e a minha familha vamos votar na marina

    ResponderExcluir
  10. NÃO VOTE EM DILMA!
    ACREDITO 100% EM DEUS,UMA PESSOA QUE N CRER EM DEUS N PODE MELHORAR ESSE BRASIL.SE A VIDA TÁ DEFICIL COM DEUS IMAGINA SEM ELE..
    MARINA SILVA-PRESIDENTE!!

    ResponderExcluir
  11. Cara Daniele, boa tarde

    Respeito seu ponto de vista, mas não concordo. Nosso país, desde que Cabral aqui aportou, foi governado por pessoas que sempre " acreditaram" em Deus. Veja a triste situação que chegamos.

    Deus, em sua soberania, é capaz de usar a pessoa que bem entender. No Velho Testamento, o pagão Nabucodonossor foi chamado de " meu eleito" por Javé. Porque seria diferente com a provável atéia ou agnóstica Dilma ?

    Abraços

    André

    ResponderExcluir
  12. Li os comentários e observei.Na carta do apostolo Paulo aos Romanos no capítulo 12 vers.1e2 quero frisar aqui a seguinte frase:não vos conformeis com este mundo mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento.....se a ou b é ateu conhece os princípios bíblico,mesmo assim ainda acompanha o mundo devemos praticar o verdadeiro evangélio de cristo que é amar o próximo como a nós mesmo orando para aqueles que nós perceguem.Quanto a Marina Silva se Deus permitir acreditando ou não ela será a futura presidente do Brasil.

    ResponderExcluir
  13. Sabe o que me deixa realmente puto?
    É essa galera que se diz cristã, metendo Deus na política.

    Caro amigo blogueiro, você está 100% certo nas colocações em seu post.
    Pior que ser ateu é dizer "Vote 7000 que o fogo cai, vote 7000 que você está votando em Deus"

    Uma frase do cabeludo comunista pra vocês, idiotas: "Dai a César (o político) o que é de César e a DEUS o que é de Deus".

    ResponderExcluir
  14. Que vergonha! Como que pessoas que se dizem cristãos podem apoiar alguém que declaradamente é atéia como a Dilma para governar o nosso País?
    A Palavra diz: "Feliz a nação cujo Deus é o Senhor" Sl 33, como teremos uma nação feliz, se isso não acontece na vida de nossos governantes?

    ResponderExcluir
  15. Tem evangélico que aje como se o mundo estivesse em constante guerra entre os crentes e todo o resto (católicos, ateus, espiritas, umbandistas, muçulmanos, homossexuais e sei lá mais quem eles odeiam). Ainda usam a bíblia pra formentar essa disputa.

    ResponderExcluir
  16. Você se equivocou. A maioria dos ateus votou em Marina Silva.

    ResponderExcluir